Press "Enter" to skip to content

Acreúna Festival Internacional de Cinema 2ª Edição

Compartilhe

O Acreúna Festival Internacional de Cinema é o evento audiovisual mais importante do sudoeste goiano. Acreúna é a primeira cidade da região a desenvolver um projeto de empreendedorismo baseado no Audiovisual. Desde 2010 vem transformando as possibilidades criativas e empreendedoras dos jovens Acreunenses com a criação do cineclube 7ª Arte localizado na Biblioteca Municipal Jerônimo Martins Márquez, dependente da Diretoria de Cultura da Secretaria de Educação. Coordenado pelo fotografo e artista plástico Ruyter Fernandes, diretor de cultura, premiado em diversos eventos fotográficos e concursos de artes plásticas em Goiás e no exterior.Em 2010, o 7ª Arte participou do “Programa Cine Mais Cultura” do Governo Federal e concorreu junto a mais de mil projetos dos 27 estados da União e foi um dos dois selecionados no Estado de Goiás, sendo contemplado com equipamentos e material de exibição que permitiria fomentar o audiovisual na cidade. Neste ano, o 7ª Arte participou do “Prêmio Cultura Viva” Concorrendo com 1.794 projetos de 750 municípios, ficou entre os 10 finalistas que receberam o “Selo Cultura Viva” na categoria de Gestor Público. Em 2011, Acreúna foi convidada a participar do “Anápolis Festival de Cinema”, que realizou o “Encontro Anápolis de Cineclubes do Centro Oeste”, onde começou a participar ativamente do movimento Cineclubista junto ao Cineclube Xicara da Silva de Anápolis e Cineclube Cascavel de Goiânia. Em 2014, participou do Projeto “Câmera Cotidiana” que capacitava 15 arte-educadores de escolas públicas e pontos de cultura, selecionados para capacitar jovens para a produção de vídeos de bolso, por meio do curso de qualificação de multiplicadores e desenvolver o audiovisual nos municípios. Acreúna participou com mais de 20 produções audiovisuais e foi premiada no “Circuito Câmara Cotidiano” com o filme “Candidato Especial”, uma realização coletiva e com a direção de “Heytor Augusto” que estará presente na Mostra Acreunense deste ano.

O Cineclube 7ª Arte participou do Encontro de Cineclubes Goianos realizado na Vila Cultural Cora Coralina, em Goiânia, no dia 14 de maio de 2014, onde se estabeleceram as seguintes propostas, realização de oficinas de formação cineclubista, mapeamento dos cineclubes, criação de uma comissão para a participação do 29º Encontro do Conselho Nacional de Cineclubes em Itaparica (Jornada Nacional de Cineclubes), na Bahia e a realização do 1º Encontro de Cineclubes de Acreúna. No mesmo ano, o 7ª Arte participou do 2º Encontro de Cinema e Educação, um Encontro de Projetos que envolvem Cinema, Cineclubismo e Educação, realizado na Vila Cultural Cora Coralina, sendo uma oportunidade de reconhecimento de projetos que confirmam a importância do cinema e do cineclube na Educação, uma área de transcendência para o futuro do Brasil. Em 2015, Acreúna participou do Encontro do CNC na Bahia, onde foi escolhida a Nova diretoria do Conselho Nacional de Cineclubes para os períodos 2016-17, e Acreúna foi escolhida para a Direção Representativa do Centro Oeste (Adjunto), participando das reuniões Online para o desenvolvimento do Cineclubismo no Brasil e no Centro Oeste.O Cineclubismo Goiano, a partir de 2015, tem um papel importante no contexto nacional, consolidando o seu lugar na vida cultural de Goiás, a través da realização de Encontros Cineclubistas no Estado, sendo oito encontros anuais, assim como, na participação ativa em Festivais, Curadorias, Encontros e Mostras Cineclubistas. Um dos objetivos do movimento cineclubista é o de oficializar a criação da União de Cineclubes de Goiás (UCGO) para legalizar e representar os Cineclubes Goianos nos âmbitos estadual, nacional e internacional perante a classe artística, os gestores culturais e as autoridades públicas, defendendo o papel do Cineclube na Cultura, na Educação e na Política Cultural.

Em 2016 foi criado o Instituto Brasileiro de Cultura e com ele o Cineclube Cine Arte Cultura, uma Organização Associativa ligada a Cultura e as Artes, o IBRAC veio a desenvolver projetos que estavam aguardando, entre eles, a realização, entre 28 e 29 de janeiro de 2017, do 1º Encontro Cineclubista de Acreúna, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Acreúna, se reuniram cineclubes de Acreúna, Aparecida de Goiânia, Faina, Goiânia, Senador Canedo, representantes da União de Cineclubes de Goiânia-Região Metropolitana e do Instituto Brasileiro de Cultura-IBRAC. O 2º Encontro Cineclubista de Acreúna, realizado entre 28 e 29 de abril de 2018, se realizaram as oficinas de Cinema e educação, Cineclubismo e direitos autorais e como analisar um filme.O I Acreúna Festival Internacional de Cinema contou com três mostras não competitivas e duas competitivas. Abrindo espaço para a produção nacional, mas dando ênfase a produção do estado, o independente e a cineclubista. Com parceiros importantes como ACINE, FICA, CNC e a União de Cineclubes de Goiânia. Entre seus objetivos estão Interiorizar para dentro do Estado mais festivais de cinema, abrindo novas janelas de exibição de filmes, descentralizando assim a exibição dos filmes, somente na capital, promover as produções audiovisuais regionais, independentes, cineclubistas, brasileiras e estrangeiras, democratizar o acesso à cultura e entretenimento para os moradores de Acreúna, contribuir com a formação de platéia tão necessária para o sustento do mercado,promover oficinas e palestras que contribuirão para a formação de público e aperfeiçoamento de produtores audiovisuais.

O II AFIC é um festival que conta com três Mostras não Competitivas e três Competitivas. Com parceria da prefeitura de Acreúna, apoio do FICA, União de Cineclubes de Goiânia, Conselho Nacional de Cineclube, Festival de Filmes de Faina, Festival Curta Canedo e Imprensa Criativa. O festival homenageara nesta edição ao Cineclubista Rafael Sepúlveda pela sua participação no designer e a gráfica do AFIC, o Ator Boanerges Filhos por sua contribuição direta em oficinas de preparação de atores para integrantes do IBRAC, também será homenageado o cineclubista Luiz Eduardo Rosa Silva, pela sua trajetória no Cineclube Xicara da Silva de Anápolis e no Anápolis Festival de Cinema e finalmente a Homenagem ao cineclubista e o realizador chileno Nicolas Pienovi, Assessor Internacional da União.

O II AFIC será realizado entre 24 a 27 de abril, realizará além das seis Mostras de Cinema, uma “Mostra de Cinema e Educação” para as escolas de Acreúna e seus distritos, administrada por Francisco Lillo do Cineclube Imigração e coordenador do “Encontro de Cinema e Educação” e que em 2019 realizará a 7ª edição do Encontro. Nicolas Pienovi realizará a Oficina de Internacionalização dos Cineclubes, potencializando o cineclubismo goiano para fora dos limites do país. No III Encontro Cineclubista de Acreúna serão definidos temas importantes como a oficialização da União de Cineclubes de Goiás, um dos objetivos do Encontro realizado em Goiânia em 2014.de cineclubes de Goiânia e Representante da Produtora Imagen & Sonido de Viña del Mar do Chile.

Matéria de Francisco Lillo – uniaodecineclubesdegoiania.blogspot.com

O AFIC conta com os apoios

Jornal Imprensa Criativa

Prefeitura Municipal de Acreúna

IBRAC

Catedral das Artes

 

Festival Curta Canedo

Festival de Filmes de Faina

União de Cineclubes de Goiás

União de Cineclubes de Goiania

Cineclube Imigração

Cineclube Vingador Toxico

Cineclube Bandidas

Cineclube Kalunga

dentre outros

More from ArtigosMore posts in Artigos »

Be First to Comment

Deixe um comentário

Mission News Theme by Compete Themes.